Fundo de legumes

>> segunda-feira, 26 de janeiro de 2015



Os fundos são utilizados em substituição à água, como base para o preparo de molhos, sopas, carnes, risotos e outros pratos. Eles conferem um sabor muito especial aos pratos e contribuem para o sucesso da receita. 

Quando cozinho refogados e risotos, sempre uso este fundo de legumes em vez de água. Faz toda a diferença no sabor.

Além do preparo muito simples, rende bastante. Por isso, depois de pronto congelo em forminhas de gelo e pequenos potes de plástico. Quando preciso usá-lo, pego apenas a quantidade necessária para o prato, sem desperdiçar.

Ingredientes
2 litros de água filtrada
2 cenouras médias sem casca
2 cebolas médias sem casca
1 talo de salsão
1 bouquet garni*
2 a 3 folhas de louro

* O bouquet garni é um ramalhete feito de ervas, atados com barbante a um pedaço de salsão. No bouquet garni da foto, utilizei ½ maço de tomilho, ½ maço de manjericão, ½ maço de salsinha e
1 folha de louro. Usei um  pedaço de barbante suficiente para amarrar firmemente as ervas envoltas ao pedaço de salsão.



Material de preparo
Um caldeirão grande
Faca afiada para cortar os legumes
1 tábua de corte

O corte dos legumes está nessa imagem aqui:


Modo de preparo
Despeje a água filtrada no caldeirão. Adicione a cenoura, a cebola e o salsão já cortados grosseiramente (como na foto acima). Acrescente também o bouquet garni e as folhas de louro. Leve a fogo baixíssimo por 45 minutos. Não deixe ferver! Terminado o tempo, desligue o fogo, aguarde esfriar, despreze todos os ingredientes exceto o caldo. Coe o caldo em uma peneira fina. Está pronto!



Dicas:
  • Não deixe a água ferver!
  • Habitue-se a utilizar esse caldo em seus pratos salgados como arroz, feijão, carnes, risotos. Além de contribuir para um prato mais saboroso, este caldo é muito nutritivo também.
  • Congele o caldo em forminhas de gelo ou pequenos portes plásticos com tampa. Utilize a quantidade necessária, sem desperdiçar.
  • Se sua cenoura estiver amolecida e a cebola parada ali na despensa por alguns dias, não as jogue fora! Aproveite-as preparando este fundo de legumes com elas.


Se prepare! O aroma deste fundo é maravilhoso e vai perfumar sua cozinha!


Beijos
Paula


Read more...

Dicas para fazer e usar gelo decorado

>> domingo, 11 de janeiro de 2015


Para a festa de fim de ano, preparei uma forma com gelo decorado. Acho lindas as pedras coloridas, enfeitadas com frutas ou ervas, boiando nos copos com suco ou água.
Esta foi a primeira vez que decorei com sementes de romã, pedaços de limão e de laranja. Minha proposta era deixar a pedra de gelo bonita, sem interferir no sabor da bebida.
Com a romã, laranja e as folhas de hortelã deu super certo. O gelo fica lindo e não altera o paladar. Mas em relação ao limão, cuidado! Um pedacinho de limão no gelo pode fazer toda a diferença do drink. No meu caso, fui tomar um copo d´água e coloquei apenas uma pedra de gelo com esse pedacinho de limão. Virou uma limonada e azeda. O limão predominou totalmente. Pois é, o gelo decorado com limão deve ser usado com cautela e nas bebidas "certas".

Quanto à folha de hortelã, também falei a respeito nesta postagem (http://executivadepanela.blogspot.com.br/2014/02/agua-aromatizada-para-perfumar-seu.html). Confira!

Beijos e boa semana!
Paula

Read more...

Nossa festa de fim de ano: réveillon com verrines

>> segunda-feira, 5 de janeiro de 2015



Gosto muito de decorar mesas. É comum decorar minha mesa para refeições do dia-a-dia; mas quando recebo alguém isso se torna imprescindível. Sobretudo porque minhas composições das mesas são inspiradas exclusivamente nos convidados. É um processo interessante. Por mais que haja um tema para comemorar, um cardápio escolhido e cores definidas para a decoração; sempre me surpreendo com o resultado final da composição de uma mesa. É como um artista criando uma escultura ou um quadro: mesmo com toda a matéria-prima previamente reservada e o croqui do projeto, o efeito visual final é uma surpresa.

Enquanto arrumo a mesa através da disposição das louças, talheres, guardanapos, vasos de flores e demais itens; vou pensando nos convidados que compartilharão daquele momento comigo. Assim, vou me inspirando e acomodando os itens em seus devidos lugares; até chegar a uma combinação harmônica e que seja agradável à vista.

Para a nossa festa de fim de ano não foi diferente, contamos com a companhia de dois convidados muito queridos, meu irmão e sua esposa. Foram eles, com sua simpatia, que me inspiraram para esta festinha.



Já ofereci e participei de vários tipos de festa de fim de ano. Sem dúvida alguma as mais interessantes são as informais. Aquelas em que petiscos e bebidas são servidos durante toda a noite ou, no caso de refeição, esta é servida em estilo “buffet”.

Como éramos apenas dois casais, optei por uma festinha com "verrines".  É uma maneira informal e ao mesmo tempo bastante charmosa para servir os convidados e deixá-los à vontade. Optei por pratos e louças pequenos, e também taças. Tudo fácil de segurar para quem quisesse comer em pé ou sentado. Apesar desta praticidade, recomendo este tipo de festa apenas para um número reduzidíssimo de pessoas. Quando houver mais gente, o ideal mesmo é "buffet".



Fiz questão de um cardápio variado, que atendesse a todos os gostos. Servi de dois a três tipos de antepasto, de sopa fria, de salada, carne, carboidrato, sobremesa e sucos. Em relação à alimentação, me preocupei basicamente com as comidas que resistiriam ao calor. Quem ficou em São Paulo sabe que o calor neste fim de ano chegou a ser insuportável; “inimigo” de comidas frescas.

Optei por pratos que pudessem ficar expostos por algumas horas sem perder seu frescor. Um dos pratos escolhidos foi cuscuz paulista, dessa receita aqui (http://executivadepanela.blogspot.com.br/2011/08/festa-junina-em-agosto.html). Esse prato é especialidade da minha mãe, que sempre acerta a mão e agrada a todos os paladares. Estou praticando para “chegar lá”.






Outra opção de “carboidrato” foi a torta de palmito cremosa, dessa receita aqui (http://executivadepanela.blogspot.com.br/2013/06/torta-de-palmito-cremosa.html). Essa torta não tem como errar. É prática de fazer, rápida de assar e muito saborosa.


Estes dois antepastos foram feitos com quase os mesmos ingredientes, mas dispostos de forma diferente. No antepasto da tigelinha usei salame, queijo do reino, azeitona preta e tomate seco. Decorei com uma rodela de cebolinha.


Neste copinho dispus cenoura e pepino cortados em palitos, junto com um dip de iogurte com limão e azeite, dessa receita aqui (http://executivadepanela.blogspot.com.br/2013/02/salada-ao-molho-de-iogurte.html).







Servi dois tipos de salada. Os ingredientes de uma delas foi beterraba ralada, tomatinho cereja cortado ao meio e um punhado de alfafa. Para decorar o topo, usei um tomatinho cereja também cortado ao meio. Tudo acomodado em um copo de whisky.




Como opção de sopas frias, preparei um creme de mandioquinha – disposto em pequenas xícaras de café (receita aqui http://executivadepanela.blogspot.com.br/2013/11/creme-de-mandioquinha-e-cenoura-com.html); e uma sopa de tomate – que coloquei em tacinhas para aperitivos ou licor.
Nesta segunda opção de salada, utilizei alface americana picada à mão em pedaços pequenos, cenoura ralada, ovo de codorna cozido cortado ao meio, tomate cereja cortado ao meio, um punhado de alfafa e, para decorar o topo, um pouquinho de beterraba ralada.

Além das saladas e dos antepastos, dispus em um potinho esse belisquete com tomate cereja e mussarela de búfala.




Optei por dois tipos de pratos tendo como principal ingrediente as proteínas animais. Um deles foi este bacalhau cremoso dessa receita aqui (http://executivadepanela.blogspot.com.br/2013/05/bacalhau-cremoso.html).




O outro prato foi lagarto à vinagrete. Ainda não postei a receita desse prato. Fico devendo.
Em uma mesa auxiliar, sobre uma bandeja, organizei o sal, pimenta do reino, vinagre, azeite, óleo, limão (já cortado em quatro pedaços) e um molho a vinagrete. Assim, cada um temperava a salada e demais pratos de acordo com seu gosto pessoal.



Estava muito quente na noite da virada do ano, por isso não cogitei deixar o gelo ou as bebidas fora da geladeira. Para facilitar, arrumei as taças na pia ao lado da geladeira e cada um se servia com a bebida de sua preferência.

Foram horas muito agradáveis. Eu não vi o tempo passar. Quando olhei no relógio, já estava próximo da meia-noite. Da varanda do apartamento, contemplamos uma bela queima de fogos e também contribuímos com um pouco de chuva dourada.

Que 2015 seja um ano esplêndido para todos nós. Um ano de saúde, bondade, alegres surpresas e prosperidade.

Beijos

Paula


Read more...

Feliz 2015!

>> terça-feira, 30 de dezembro de 2014



Que nosso ano seja de
elevação espiritual,
purificação da mente e da alma,
bondade em abundância para fazer bem aos que estão ao nosso redor,
saúde & coragem para lidar com os desafios - nem sempre agradáveis,
prosperidade para o contentamento do corpo e da alma!


Que Deus abençoe nosso 2015 com Sua Paz & Proteção.


Muito obrigada por sua companhia em meu blog, no face e por e-mail.


Beijos a todos e meu abraço bem carinhoso
Paula Couto




Read more...

Sugestão de arranjo de mesa natalina ou fim de ano

>> terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Olá! Todo mundo na contagem final dos arranjos de Natal e Réveillon? Se for o caso, aí vai uma sugestão de arranjo de mesa bem fácil de fazer, rápido e de baixo custo. Se você reparar na foto, utilizei uma tampa de pirex como suporte e dentro dela coloquei bolas de Natal, velas e pinhas lenhosas. Tudo simples de encontrar. Talvez você nem precise sair de casa para preparar seu arranjo. Você pode utilizar um prato bonito como suporte, colocar uma vela no centro, algumas bolas de árvore de Natal ao redor e terá um belo resultado! 

Apesar desse arranjo das fotos ter um aspecto bem natalino, preparei-o para um jantar de fim de ano aqui em casa. Acho que pelo aspecto, vai bem em ambas as ocasiões.
Agora, mãos à obra e deixe sua mesa bem linda! Depois você me conta.

Beijos
Paula



Read more...

Back to TOP